Exelderma

"A ciência aplicada ao tratamento da pele"

Agradecemos a visita ao nosso site

A Exelderma é uma companhia Portuguesa fundada em 2014, que tem como objectivo colocar no mercado produtos nas áreas da dermatologia e cicatrização de feridas, que sejam inovadores e venham a contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos doentes.

 

Os Nossos Produtos

Cicatrização de feridas

 

Woulgan (Beta-Glucano)

Quando a cicatrização é lenta ou se prevê que vai ser lenta

 O Woulgan® é um gel que contém Beta-Glucano. Promove e acelera o processo de cicatrização através da estimulação dos macrófagos que vão desencadear e mobilizar todas as citocinas e sinalizadores do processo de cicatrização de feridas. 

Dermaexel GFC Creme Reparador

Reparador da pele

Os Factores de crescimento são essenciais para o processo de regeneração da pele. Cada um dos Factores de Crescimento tem um papel essencial no processo de regeneração da pele como tal é fundamental que não se utilize apenas um factor mas sim o complexo de factores que contenha a maioria dos factores de crescimento.

"Para quando é necessário reparar a Pele"

Se necessitar de mais informação sobre os nossos produtos clique aqui

Exelderma

A ciência aplicada ao tratamento da pele

 

Cicatrização da pele

Fases do processo de cicatrização da pele

 

Reparação da pele

O papel dos factores de crescimento na reparação da pele

 

Conheça melhor o nosso produto Woulgan® Gel

Quando a cicatrização é lenta...

O Woulgan® Gel contém Beta-glucano solúvel (SBG Soluble Beta-Glucan), que é

um polissacarido com a capacidade de modular o sistema imunitário e ativar os macrófagos no leito da ferida.

Woulgan® é usado como penso primário quando a cicatrização é lenta ou é esperado que se processe lentamente.


Está indicado para o tratamento de ulceras diabéticas, ulceras varicosas, ulceras por pressão, feridas pós operatórias, queimaduras, reação enxerto vs hospedeiro, abrasões e lacerações.

 

Os Beta-Glucanos e a estimulação do sistema imunitário

Como  é feita

Os Beta-Glucanos são considerados PAMPs (Pathogen Associated Molecular Patterns) 6,7,8

Os macrófagos e os neutrófilos desenvolveram recetores celulares que são capazes de reconhecer e ligar-se aos PAMPs 6,7,8

Os macrófagos são activados pelos beta-glucanos através de vários recetores de superficie celular, sendo o mais importante o Dectin-16,7,8

A presença de beta-glucanos, através do reconhecimento PAMP, alerta o hospedeiro de ataque iminente 6,7,8

Macrófagos surgem na área para combater a invasão microbiana 6,7,8

Os macrófagos fagocíticos engolem e destroem removendo células mortas/senescentes e micróbios 6,7,8

Os macrófagos suportam a proliferação celular, angiogénese e deposição de ECM através da expressão de factores de crescimento PDGF, FGF, VEGF, TGF-alpha and TGF-beta e também pela secreção duma grande variedade de citocinas e quimiocinas 6,7,8

 

Desenvolvimento clínico

O Woulgan® realizou vários ensaios clínicos onde demostrou a  sua eficácia no tratamento de Feridas de difícil cicatrização:

Num estudo realizado por Zirkova, ficou demonstrado um claro benefício no tratamento com Woulgan®, obtendo-se cicatrização completa de úlceras diabéticas de difícil controlo(2).

O efeito, estatisticamente significativo, foi evidente às 8 semanas, neste estudo duplamente cego, randomizado e controlado por placebo, onde foram avaliados 66 doentes com úlceras do pé diabético de cicatrização lenta.

 
 

Mecanismo de acção Woulgan®

Existem feridas com processos de cicatrização muito lentos e que se tornam feridas crónicas, é necessário  ter um corportamento activo  nestas situações

Cicatrização lenta

A pronta resolução de uma ferida é importante para evitar a sua cronicidade.  Se uma ferida não reduz 40% em tamanho em 4 semanas a probabilidade de cicatrização completa às 12 semanas está francamente reduzida. Nestes casos, ou quando os antecedentes patológicos do doente fazem prever um atraso na cicatrização, recomenda-se um tratamento ativo precoce para aumentar as hipóteses de cicatrização eficaz.

Woulgan® Gel (beta-glucano) reativa a cicatrização lenta

Os macrófagos são os principais agentes no processo de cicatrização de feridas.
O Woulgan® Gel contem Beta-glucano solúvel (SBG) que é um polissacarido com a capacidade de modular o sistema imunitário e ativar os macrófagos no leito da ferida. 
Quando colocamos Woulgan® os macrófagos são convocados para a zona da ferida reactivando cicatrização e acelerando todo o processo cicatricial.

Produto

Woulgan® Gel é usado como penso primário quando a cicatrização é lenta ou é esperado que se processe lentamente em ulceras diabéticas, ulceras varicosas, ulceras por pressão, feridas pós operatórias, queimaduras, reação enxerto vs hospedeiro, abrasões e lacerações.

 
 

Aspetos económicos

Custos associados ao tratamento de feridas (carga orçamental da despesa em saúde)

Custos associados ao tratamento de feridas

Custo do tratamento de feridas na Europa

O custo relacionado com o tratamento de feridas crônicas é significativo. Estima-se que, em toda a Europa, 2 a 4% dos gastos com saúde são atribuídos ao tratamento de feridas, e esse número está a aumentar(1-3). O custo médio de tratar uma ferida varia entre € 6.000 e € 10.000 por ano(3). No Reino Unido, são gastos anualmente mais de £ 5 bilhões (€ 6,4 mil milhões) no tratamento de feridas, com base nas projecções dos orçamentos locais de saúde(4).
No futuro, e uma vez que a população e constituída cada vez mais por idosos e  com maior prevalência de comorbilidades, os custos tem potencial para crescer rapidamente. De facto, os doentes com múltiplas patologias crónicas, como diabetes, doenças vasculares e obesidade, estão a tornar-se a regra e não a excepção e o número de pessoas com comorbilidades deve aumentar (6]. Além disso, à medida que a população da Europa envelhece e a incidência de comorbilidades aumenta o número de feridas vai crescer e é provável que os custos aumentem na mesma proporção[7].

Avaliação economica

Complicações adicionais

As feridas que demoram a cicatrizar têm maior probabilidade de desenvolver complicações, como as infecções, que exigem intervenções mais dispendiosas e mudanças de pensos mais frequentes, consumindo mais num cenário já de si com recursos limitados(8). As complicações das feridas contribuem para um tratamento mais prolongado e mais intensivo, internamentos hospitalares mais longos, readmissões e a intervenções médicas ou mesmo cirúrgicas[8]. Os custos podem continuar a aumentar se os internamentos forem mais prolongados, isto porque não existem sistemas adequados para facilitar a alta precoce, ou se existem, "percepção ou realidade" uma “falta percebida ou real de capacidade e capacidade de gerenciar feridas mais complexas no ambiente da comunidade” [8]. De fato, estima-se que entre 25 e 50% dos leitos hospitalares agudos sejam ocupados por pacientes com ferida [3]. Quando os pacientes são liberados para a comunidade, feridas difíceis de curar representam custos adicionais em termos da duração do tratamento necessário. Quanto maior o tempo de cicatrização, maior a necessidade de mudanças de curativo em uma base regular, o que requer tempo significativo de provisão de saúde nas partes da comunidade e prática de enfermeiros [8]. Em um estudo realizado na Suécia, em uma comunidade de 288.000 habitantes, com uma prevalência típica de ferida de 2,4 por mil habitantes, o equivalente a 57 enfermeiros em tempo integral era necessário apenas para trocas de curativos [9].

 

Fatores de Crescimento células sinalzadoras

Este video mostra, numa animação bem conseguida, o papel dos Fatores de Crescimento durante o processo de reparação da pele.

 

Depoimentos

Médicos, Enfermeiros e Podologistas que utilizaram Woulgan® nos seus doentes

“temos que decidir de acordo com as necessidades do doente”


“O benefício do Woulgan® foi a redução da dor”


“a experiência dos doentes foi positiva”


“Criou o ambiente ideal para a  cicatrização das feridas”


“começamos a ver os benefícios da aplicação do Woulgan®”

Donna Welch, Podologista

“entre 22 a 28% dos doentes não cumprem as recomendações do tratamento”


“para alguns doentes o Woulgan® parece ter um efeito significativo”


“os doentes sentiram-se muito bem”

“os doentes vinham de situações complexas de feridas crónicas que não cicatrizavam e após a aplicação de Woulgan® estavam agora cicatrizadas ou em processo de cicatrização e os doentes muito felizes”

Simon Barret, Enfermeiro Especialista

Esta é a citação do seu depoimento. Dê aos seus clientes o espaço para que eles digam ao mundo o quanto você é importante!

Envie-nos o seu depoimento, queremos divulgar a sua experiência.

 

No caso de querer consular obter mais informação sobre o Woulgan® poderá consultar a secção de Artigos Clínicos onde encontra as publicações científicas mais relevantes do produto

Artigos científicos relevantes do produto Woulgan® (dispositivo médico classe III)

 

Publicação "Avaliação clínica do beta-glucano gel no tratamento de feridas de difícil cicatrização"

Journal of Wound Care, 2017

Publicação "Avaliação clínica do Woulgan® biogel no tratamento de ulcerações, não infectadas, do pé diabético"

Diabetic Foot Journal, 2017

Agente estimulador dos macrófagos, o Beta-1,3/1,6 -glucan como tratamento tópico das ulceras da perna e do pé diabético. Um estudo duplamente cego, randomizado e controlado com placebo"

Journal of Diabetes Investigation, 2014

 

Referências

  1. Hunt SD. A clinical observation evaluation of bioactive soluble beta-glucan gel compared with standard care. Journal of Wound Care 2018,27(9).

  2. Zykova et al. Macrophage stimulating agent soluble yeast B-1,3/1,6-glucan as a topical treatment of diabetic foot and leg ulcers: A ran- domized, double blind, placebo-controlled phase II study. Journal of Diabetes Investigation 2014 (5)

  3. Pedro Miguel Martins Simões Favas. Prevalência e características de feridas na população do Distrito de Leiria. Dissertação apresentada à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do grau de Mestre em Feridas e Viabilidade Tecidular. Lisboa 2012

  4. Sheehan P, et al. Percent changes in wound area of diabetic foot ulcers over a 4-week period is a robust predictor of complete healing in 12-week prospective trial. Plast. Reconstr Surg 2006; 117(7): 239S-244S

  5. Skjaeveland I, Engstad RE. Can the activation of the body’s own key cells in wound healing, wound macrophages, make a positive contri- bution in the treatment of chronic wounds? Sar 2013; 21(4):5–7

  6. Zhang X, Mosser DM. Macrophage activation by endogenous danger signals. The Journal of pathology 2008;214(2):161-78

  7. Kankkunen P TL, Rintahaka J, Alenius H, Wolff H, Matikainen S. (1,3)-beta-glucans activate both dectin-1 and NLRP3 inflammasome in human macrophages. Journal of Immunology 2010; 184:6335-42

  8. Novak M, Vetvicka V. Glucans as biological response modifiers. Endocrine, metabolic & immune disorders drug targets 2009;9(1):67-75

  9. Cutting KF.The cost-effectiveness of a novel soluble beta-glucan gel.J Wound Care. 2017 May 2;26(5):228-234

  10. Purwins S, Herberger K, Debus S, et al. Cost-of-illness of chronic leg ulcers in Germany. Int Wound J. 2010;7(2):97–102.

  11. Hjort A, Gottrup F. Cost of wound treatment to increase significantly in Denmark over the next decade. J Wound Care. 2010;19(5):173–4, 176, 178, 180, 182, 184.

  12. Posnett J, Gottrup F, Lundgren H, Saal G. The resource impact of wounds on health-care providers in Europe. J Wound Care. 2009;18(4):154–161.1.

  13. Using Nanova Therapy System in Practice: a round table discussion. London: Wounds UK. 2015;11(4): Supplement

  14. King B, Barrett S, Cutting KF. Clinical evaluation of a bioactive beta-glucan gel in the treatment of ‘hard-to-heal’ wounds. J Wound Care. 2017 ;26(2)

 

Entre em contato

Av. 25 de Abril, 2750-515 Cascais, Portugal

reunião de negócios
 

Av. 25 de Abril, 2750-515 Cascais, Portugal

©2020 by Exelderma.